sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Sobre Dieta, Academia e Roupas

Isso aqui está parecendo o blog das “loucas por esmalte” da vida. Não que eu não seja uma! rs... Acontece que só tenho tido tempo pra vir aqui aos finais de semana, justamente quando faço as unhas, aí acabo falando sempre do mesmo assunto, esmalte.

Hoje estou à tôa em São Paulo, vim pra cá ontem, fazer comprinhas de aniversário (foi ontem). Estou aproveitando o tempo livre pra dar uma atualizadinha aqui.

Minha vida depois que começou o curso ficou bem corrida. De manhã vou para o curso (hoje faltei né), saio direto para o trabalho, quando saio do trabalho eu teria que ir para a academia. É, teria! O esquema de levar a bolsinha com o tênis e roupas de ginástica deu certo só na primeira semana, agora a bolsa vai e volta no porta-malas do meu carro. Ontem meu marido até perguntou porque eu levava a bolsa pra passear todos os dias. rs... Parece mentira, mas no final do dia estou exausta. O engraçado é que quando malhava às sete da manhã e trabalhava o dia inteiro não ficava assim. Pode o exercício mental ser mais cansativo que o físico? No meu caso parece que sim.

A dieta então... Nem sei se posso chamar isso de dieta. Digamos que eu sou uma pessoa que não come doces e não sofre de compulsão alimentar há quase seis meses, e não toma refrigerantes (nem light e diet) há dez dias. Porque de resto tenho comido sem muita preocupação e abusando de carboidratos. Não tenho me pesado todos os dias, como vinha fazendo, e quando me peso me certifico que estou mantendo. Apesar de tudo isso, todos os dias alguém me fala: “Nossa, você está mais magra”.

Cheguei num estágio em que, apesar de ainda estar bem acima do peso, me sinto bem, não tenho mais vergonha de mim mesma como antes. Não sou aquela que foge dos convites, eu quero mais e ir em todo lugar que me chamem. No começo do meu emagrecimento meus amigos diziam: “Você emagreceu”. Agora eles dizem: “Você está magra”. Dia desses me falaram que sou uma ex-gorda. Entendem diferença? Me sinto confortável (é diferente de satisfeita) nesse peso e por isso não tenho me esforçado como deveria.

Prova do meu comodismo é que tenho comprado muitas roupas. Dia desses comprei umas peças (blusinhas e vestidos) na Renner, cheguei a levar blusinha de tamanho P. Ontem fui comprar só camisas, pedi 44, não deu, a moça trouxe 42, também não deu, serviram as 40. Adorei! E detalhe que era uma boutique, lugar onde tudo costuma ser pequeno. Fiquei tão contente! Tudo bem que na parte de baixo ainda sou 44, temporariamente, diga-se de passagem. rs... Abafa.

Eu sei que como está não dá. Não posso mais me comportar como se estivesse na manutenção. Preciso sair dessa zona de conforto. Só depende de uma pessoa: eu mesma!

Beijos.




- Posted using BlogPress from my iPad

Location:Brasil

4 comentários:

Dani Almeida disse...

Parabéns, saúde, sucesso e tudo de bom! Bjs!

Débora Durães disse...

Olá, Parabens pela numeraçao 40 das blusas.
Força na peruca sobre a academia e a RA!!!
bjos

Bruxa do 203 disse...

Parabéns pelas blusinhas 40! Que conquista! Ficar sem comer doces é um grande sonho de consumo! Parabéns!

Lola disse...

Acho que experimentar uma blusa 40 e servir é mais gostoso que comer. Eu não estou acima do peso, mas tenho que vigiar dia e noite pois tenho tendencia a engordar e ainda mais tenho 44 anos, idade que o metabolismo tira ferias. Ainda por cima adoooro vinho sou casada com italiano já viu né. Mas fiquei feliz por vc, pois todas as sensações que vc descreveu sao uma delicia de sentir.
Beijos
Saúde+peso saudável= beleza + inteligencia+bom humor= mulher incrivel

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...