segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Compulsão Alimentar




Desde que resolvi encarar este novo desafio, não tive qualquer episódio de compulsão alimentar. Lógico que saí da dieta uma vez ou outra, tomei um refrigerante ou comi um prato mais cheio de comida. Mas, compulsão alimentar isso eu não tive mesmo.

Os meus transtornos alimentares eram bem drásticos mesmo. Se não tivesse comida (leia-se doces e tranqueiras) em casa eu pegava o carro e ia buscar. Gastava cerca de R$ 70,00; às vezes mais, por cada episódio, que geralmente aconteciam de três a quatro vezes na semana. Exemplo de um episódio meu de compulsão alimentar:


  • 1 lata de batata Pringles;
  • 1.200ml de Coca-Cola;
  • 1 pacote de Pingo de Leite;
  • 2 bolinhos Ana Maria;
  • 1 receita de brigadeiro;
  • 4 cachorros-quentes completos;
  • 1/2 pote de doce de leite argentino;
  • 1/2 bolo Pullman.
  • Tempo de consumo: 2 horas.
Uma vez era a noite e não tinha como eu sair de casa, já tinha jantado e continuava aflita querendo comer as paredes. Peguei uma panela grande de arroz e comi inteira.

Aconteceu também uma vez em que fui buscar uma pessoa no aeroporto de Guarulhos e cheguei uma hora e meia adiantada. Fui até a Kopenhagen e comprei 4 caixinhas de Nhá Benta (daquelas que vem com 3 em cada embalagem), vários tabletes, muitos bombons. Eram muitos mesmo! Com vergonha, fiquei naqueles bancos de concreto do lado de fora, aonde quase não passa gente, e comi tudo. 

Acredite, o compulsivo sabe que o comportamento dele é vergonhoso, mesmo assim ele o faz, só que longe das pessoas. Lembro que comia e nem estava mais achando gostoso, ao mesmo que a minha cabeça ficava obsessiva em acabar com tudo aquilo. Uma pessoa que não sofre do transtorno, guardaria o restante para comer mais tarde, daria para outra pessoa ou até jogaria fora, mas o compulsivo só vê uma forma de acabar com aquilo: COMENDO.

Adorava quando meu marido viajava à trabalho. Era uma oportunidade de comer sem culpa (será?), podia pedir o que quisesse e em qualquer quantidade nos deliverys da vida. E assim sempre o fazia!

Acordava sempre com aquela sensação de estufamento e de digestão mal feita. Claro, que estômago dá conta de tanta comida? 

E a cada dia que amanhecia, eu falava que iria ser diferente, só que não fazia nada pra mudar. Quanto mais eu queria emagrecer mais compulsiva eu ficava. Fazia uma dieta super restritiva emagrecia e logo voltava a engordar, a cada vez que engordava pior a compulsão alimentar ficava.

Foi então que inspirada numa pessoa querida, que se livrou de um vício infinitamente pior do que o meu, resolvi mudar. Entendi que eu posso fazer o que quiser, desde que eu tenha força de vontade, perseverança e não queira ser perfeita.

As dietas restritivas me faziam acreditar que tinha que ser perfeita, logo a cada vez que saia da dieta chutava o balde e não voltava mais ao ponto onde tinha parado, quando via já estava mais gorda do que antes. Hoje eu posso sair da dieta, não me culpo por isso, apago o deslize e volto aonde eu parei. Antes eu queria perder 10kg por mês, hoje eu aceito o que consegui.

Busquei a perfeição e ganhei uma compulsão. Troquei as duas coisas pelo equilíbrio.

E que assim seja!




14 comentários:

Bruna disse...

olá amore
passando pra desejar uma ótima semana pra ti
bjos

brunaporelamesma.blogspot.com

Devaneios de Mulher disse...

Ai Mi, parabéns viu?

eu também venho lutando contra a compulsão!

Bjo

Tati

Gabriela disse...

Nossa, Mi ! Não imaginava que compulsão era nessa quantidade tão grande !!! Assustador !
Nunca tive isso não ...

Que bom que vc conseguiu curar isso !

Beijão

Débora Durães disse...

Olá amiga,
Amei o incentivo da força de vontade, perseverança e não ser perfeita. Vou tentar seguir seus conselhos!!!
Bjos

Electra disse...

Nossa!
Foi vc mesma quem escreveu este post ou eu estava ao seu lado te ditando cada palavra?
Tudo...mas tudinho que vc relatou e até a sua fase atual é igual a minha.
Também adorava ficar sem o marido para passar na padaria e comprar um montão de mini sonhos e devorá-los um-a-um com o maior prazer do mundo.
Hoje também estou me perdoando nos pequenos delizes (que sempre acontecem, não sou perfeita) e, por outro lado, nunca mais tive compulsão alimentar!
Isso é resultado das nossas experiências já vividas.
Com certeza chegaremos lá...sem pressa.
(Electra e Mi felizes :) :)
Bjos

Electra disse...

Mi,
Acabei de postar um link para seu post de hoje.
Se vc não quiser, me avise que eu o excluo, ok?
Bjo

Rachel disse...

Olá querida, obrigada pela visita. É Fitoterápico. É um remedinho a base de plantas, ervas. Vc perguntou lá no blog e disse não ter entendido.

Essas compulsões são bem absurdas mesmos. Mas creio que com terapia melhore muuuuito. E vc tá de parabéns por vencer essa luta!!! Um bj e ótima semana

Bruna disse...

Olá retribuindo a visitinha
fico feliz por vc está conseguindo manter sua dieta
bjos

brunaporelamesma.blogspot.com

Carol disse...

Nunca cheguei a gastar tanto dinheiro ou comer tanta coisa mas sei bem o que é esse sentimento de acabar de uma vez com a comida.

Amélia Calórica disse...

Acabei de vir do blog da electra que acompanho há muito tempo e vim conhecer o seu e sua história sinta-se vitoriosa porque é dádiva conseguir vencer tudo isso que vc relatou, te desejo força sempre
Amélia Calórica Dani

Quel =^^= disse...

CARACA DEU PRA LER PENSAMENTOS AGORA COISA LINDA??? EU ESTAVA PENSANDO EM VARIAS COISA DAS QUAIS VC ESCREVEU... POISÉ VC INSPIROU MEU POST DE HJ AI BABY UM DIA QUERO CONVERSAR COM VC!! BEIJOSSSSS

Dani Almeida disse...

Olá Milena,

Muito bom o seu relato e tenho certeza que vai ajudar muita gente. Eu sou compulsiva por doces e tenho que me controlar muito, um dia de cada vez!

Beijos!

mayarasantana disse...

acredite, também já passei por isso. Comer até quase vomitar, ou vomitar mesmo...complicado. Mas passa, só dar início a uma mudança ;D

Beijos!

Lu Francesa disse...

Uau, compulsão é assustador, já li outros posts de outras pessoas falando sobre e sempre me surpreendo.

Vencer um vício é sempre muito difícil, mas somos capazes :)

Adorei o post, temos q ir com calma, sempre, é um dos segredos do emagrecimento/manutenção.

Bjos,Lu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...